O leite materno das empresas crianças e adultas (Carta do SEO). Donos de empresas cuidam delas como se fossem uma extensão do seu corpo? Você deixaria o seu corpo passar fome? Deixaria uma criança passar fome ou morrer de fome? 
     Você conhece alguém que não tem dívidas? 
     Você conhece alguém que tem dívidas difíceis de serem pagas?
     Você conhece alguém que tem dívidas conhecidas como impagáveis?
     No primeiro mês desse ano, começo falando de gestão de dívidas. Poderia falar de vários outros temas, mas penso que primeiro precisamos ter a casa em ordem para que possamos crescer de forma tranquila. Você já ouviu dizer que um bom time começa por uma boa defesa? Pois é, isso se aplica também às nossas finanças pessoais e empresariais. 
      Numa empresa, se não houver um comercial forte, ela não cresce. Mas primeiro é preciso ter uma certa estrutura financeira para poder atacar comercialmente. Imagina se não tem dinheiro nem para pagar as despesas variáveis do mês referente às vendas, como o combustível dos carros, as refeições dos vendedores, etc.
     Meu pai ensinava que o homem não deveria dever a outro homem. Mas isso, nos dias do crédito de hoje, é quase impossível. Antigamente eram os chamados créditos próprios, direto na loja, com aqueles carnês. Hoje, se você ganha dois mil, a instituição financeira te dá um cartão com 5 mil de crédito. Às vezes a empresa tem um capital social baixo ou um faturamento de 100 mil e consegue crédito de um valor muito maior. 
      E ainda tem aquelas pessoas que só conseguem produzir se dever, ou seja, a dívida acaba sendo o fogo na cadeira que faz a pessoa correr atras.
     A falta de disciplina das pessoas em não organizar, em não fazer contas do que se pode gastar, fazendo longas parcelas, faz com que os compromissos financeiros sejam altos e mesmo que não haja imprevistos, se tornam difíceis de serem pagos. E se houver imprevistos, a bomba pode estourar mais cedo. 
      A falta de conhecimento e vontade em não gastar com passivos ao invés de investir em ativos faz com que a pessoa viva em prol do sistema financeiro e de consumo, vivendo um ciclo de receber para pagar. E o que acontece nas empresas? São essas pessoas que criam as empresas e é normal que levem esse comportamento financeiro para dentro do negócio.
      E as dívidas são um dos grandes motivos das pessoas viverem na corrida dos ratos, sempre em círculo, recebendo e pagando, sem alcançar a prosperidade. 
     É preciso mudar o quadro, fazer aquela virada de chave ou um reset, como queira chamar. É preciso se reorganizar, negociar, escalonar caso necessário, tapar o buraco do saco primeiro, pois com ele furado não há dinheiro que seja suficiente. Senão elas se agigantam e se tornam impagáveis, tirando o sono do trabalhador, do empreendedor, do empresário. 
      Pode parecer duro, mas tem casos que para serem resolvidos e cheguem os tempos de prosperidade, tem que estancar as dívidas até que elas se tornem pagáveis com o lucro, com o que sobra. 
     Como fazer isso? Veja o vídeo aqui na plataforma onde comento sobre e dou algumas dicas de como se livrar das dívidas e viver uma nova realidade, uma realidade de felicidade financeira.
 
Grande abraço, 
Marcos Alexandre
CEO Embalagens M2B 
WhatsApp Chat
Chat via WhatsApp !